" Ama-me como eu te amo" cartaz e cenario

Cenario e cartaz feito para o espectaculo "Ama-me como eu te amo"

Filmagem d' O Livro negro do Padre Dinis

Fotos da última cena que grávamos à 1 da manhã, na Quinta da Ribafria, em Sintra, para o filme " O livro negro do Padre Dinis". Ambientado na Revolução Francesa de 1792, o meu personagem era parte dos " Jacobinos", fracção revolucionária que lutaram contra os nobres, fartos da tirania dos mesmos e da Monarquia. 
A cena consistia em entrarmos pela sala adentro onde os nobres estavam reunidos às tantas da noite, e trazer alguns cá para fora, prisioneiros. Fizemos 10 tomas. As primeiras sairam muito "atabalhoadas" pois tropeçamos uns nos outros, até que o realizador indicou que as armas deviam estar no ombro e não empunhadas, pois eram demasiado compridas.O meu personagem tinha que ir direto a um nobre sentado atrás de uma mesa no lado esquerdo da sala e traze-lo pelo pescoço para fora. Bom, a parte " pelo pescoço" foi ideia minha mas o realizador achou bem, lol!!! Ainda pensei em dar-lhe com a espingarda na nuca, mas talvez fosse demasiado para o pobre nobre, lol! Duas das armas, a do capitao e oficial eram reais, trazidas do Museu Militar. As outras eram imitações .O capitão, de tanto levar a arma ao ombro, rasgou uma das insignias ( ou como se chame) e la veio a assistente de produção coser aquilo à pressa entre takes :)Uma das armas ( a do colega à minha esquerda) partiu-se pelo cabo, assim q tinha q ter muito cuidado para não a despedaçar no meio dos takes, por isso não a movia muito! Antes de filmar, o assistente de realização veio ter conosco e disse-nos que os sentimentos teriam de ser de raiva, de ódio, mas tambem de um prazer sádico em matar e prender os nobres responsáveis pela nossa desgraça:) 
Durante as filmagens lesionei-me no joelho direito ao tentar tirar o primeiro par de botas que experimentei, por estarem muito apertados! Mas foi uma bela experiência que espero repetir!